Nasce um novo dia
Veículo pega fogo em via pública de Guajará-Mirim Reviewed by Momizat on . O fato atípico aconteceu na manhã desta sexta-feira (20/03) na Avenida Dr. Leweger, nas proximidades da sede da NUVEPA. O motorista do veículo, um Saveiro, mode O fato atípico aconteceu na manhã desta sexta-feira (20/03) na Avenida Dr. Leweger, nas proximidades da sede da NUVEPA. O motorista do veículo, um Saveiro, mode Rating: 0
Você está aqui:Home » Polícia » Veículo pega fogo em via pública de Guajará-Mirim

Veículo pega fogo em via pública de Guajará-Mirim

SONY DSCO fato atípico aconteceu na manhã desta sexta-feira (20/03) na Avenida Dr. Leweger, nas proximidades da sede da NUVEPA. O motorista do veículo, um Saveiro, modelo camionete, disse que trafegava pela via pública, quando de repente, percebeu que estava pegando fogo na parte do motor.

SONY DSC

Corpo de Bombeiros chegou rapidamente no local

SONY DSC

Rapidamente, o condutor parou o veículo, desceu  e ainda tentou apagar o fogo, mas sem sucesso. O fogo só foi contido com a chegada do caminhão de combate a incêndios do Corpo de Bombeiros, onde os bombeiros utilizaram extintores e jato de água.

O  veículo fico parcialmente destruído. As causas do incêndio ainda não foram identificadas.

Obrigatoriedade do uso de extintores de incêndio com carga de pó ABC

20978-gextintor

Extintor de incêndio com carga de pó ABC

Desde o dia 1º de janeiro de 2015, os veículos automotores só poderão circular equipados com extintores de incêndio com carga de pó ABC, conforme determinam as resoluções 157/2004 e 333/2009, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). De acordo com o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná (Ipem), o novo extintor tem adicionado em sua composição a substância necessária para combater incêndios do tipo A, como, por exemplo, no estofado do carro.

Os extintores de incêndio de pó químico tipo BC, que equiparam os carros fabricados até 2004, têm capacidade de combater princípios de incêndios de líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos. Já os de carga ABC atuam um pouco além, nos princípios de incêndios de sólidos, papeis madeiras e tecidos.

Legislação

De acordo com o Artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o extintor é de uso obrigatório nos veículos automotores, elétricos, reboque e semirreboque. A Resolução 157/2004 fixa especificações (quantidade, o tipo e capacidade mínima da carga) dos extintores de incêndio.

Já a Resolução 333/2009 determina que a partir de 1º de janeiro de 2015 os veículos automotores só poderão circular equipados com extintores de incêndio com carga pó ABC.

A exigência do uso de extintores não se aplica às motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos automotores sem cabine fechada, tratores, veículos inacabados ou incompletos, veículos destinados ao mercado de exportação e os veículos de coleção.

Conduzir o veículo sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante é considerada uma infração grave, segundo o  artigo 230, do Código de Trânsito Brasileiro. A penalidade gera uma multa de R$ 127,69, mais cinco pontos na CNH do proprietário do veículo, além de uma medida administrativa – retenção do veículo para regularização. O condutor é responsável por verificar periodicamente se o extintor continua pressurizado, condição esta que possibilita que seja expelida a carga quando houver necessidade.

 Fonte: Estação News

Sobre o autor

Número de entradas : 3985

Deixe um comentário

Banner

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo