www.guajarahoje.com.br
Raupp debate com sindicalistas sobre MP 660 que trata sobre transposição dos servidores de ex-territórios Reviewed by Momizat on . Brasília-O senador Valdir Raupp(PMDB-RO) recebeu em audiência no final da tarde desta quarta-feira(10/03), em seu gabinete, um grupo de sindicalistas dos estado Brasília-O senador Valdir Raupp(PMDB-RO) recebeu em audiência no final da tarde desta quarta-feira(10/03), em seu gabinete, um grupo de sindicalistas dos estado Rating: 0
Você está aqui:Home » Política » Raupp debate com sindicalistas sobre MP 660 que trata sobre transposição dos servidores de ex-territórios

Raupp debate com sindicalistas sobre MP 660 que trata sobre transposição dos servidores de ex-territórios

TRANSRAU

Brasília-O senador Valdir Raupp(PMDB-RO) recebeu em audiência no final da tarde desta quarta-feira(10/03), em seu gabinete, um grupo de sindicalistas dos estados de Rondônia, Amapá e Roraima para tratar sobre a Medida Provisória nº 660, que possibilita aos servidores dos ex-territórios federais ingressarem nos quadros de pessoal da União.

O senador Raupp, que presidirá a comissão mista da MP 660, afirmou que fará todo o esforço para negociar com o governo federal os pleitos dos servidores a serem a reintegrados aos quadros da União.

A comissão será instalada na próxima terça-feira, dia 17, e em seguida, será realizada uma audiência pública com a participação dos parlamentares e sindicalistas.

O presidente da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares do Ex-Territóirio Federal de Rondônia (ASPOMETRON), Tenente Costa,  agradeceu ao senador Raupp por ter recebido os demais sindicalistas para uma discussão geral em torno do tema.

A MP 660 aplica aos servidores dos ex-territórios do Amapá e de Roraima os dispositivos da Lei 12.800/13, que regulamentou a reintegração dos servidores de Rondônia. Após a análise pela comissão, a medida seguirá para votação nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Fonte: Tudorondonia

Sobre o autor

Número de entradas : 3478

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo