www.guajarahoje.com.br
Polícia Federal apreende mais de 100 mil reais no Porto Oficial, que seriam levados para a Bolívia Reviewed by Momizat on . Numa operação de rotina realizada no Porto Oficial de Guajará-Mirim, na tarde de ontem (13), policiais federais passaram a fiscalizar todas as pessoas que estav Numa operação de rotina realizada no Porto Oficial de Guajará-Mirim, na tarde de ontem (13), policiais federais passaram a fiscalizar todas as pessoas que estav Rating: 0
Você está aqui:Home » Polícia » Polícia Federal apreende mais de 100 mil reais no Porto Oficial, que seriam levados para a Bolívia

Polícia Federal apreende mais de 100 mil reais no Porto Oficial, que seriam levados para a Bolívia

IMG-20150313-WA0009Numa operação de rotina realizada no Porto Oficial de Guajará-Mirim, na tarde de ontem (13), policiais federais passaram a fiscalizar todas as pessoas que estavam saindo do país com bolsas e malas.

Nas abordagens, os policiais desconfiaram de dois homens de nacionalidade boliviana que estavam transportando bolsas. Eles foram levados para uma sala no setor de alfândega no Porto Oficial e na revista às bolsas foi localizada uma grande quantia em reais, perfazendo um total de R$ 114.000,00.

Os homens, um deles empresário em Guajará-Mirim, não portavam documentos comprobatórios de que o dinheiro havia sido declarado na Receita Federal. Eles receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia da Polícia Federal, onde foram flagranteados pelo Delegado Heliel Martins, incursos no Art. 22 da Lei Federal 7492/86 (Efetuar operação de câmbio não autorizada, com o fim de promover evasão de divisas do País: Pena de reclusão, de 2 (dois) a 6 (seis) anos, e multa).

De acordo com o delegado, tendo em vista que o crime não foi consumado, mas apenas tentado, a pena foi reduzida e por isso foi arbitrada fiança aos flagranteados, que foram liberados para responder a pena em liberdade. O dinheiro ficou apreendido e deverá ser depositado numa conta judicial até a conclusão processo.

O delegado, Heliel Martins, solicitou que os nomes dos flagranteados não fossem divulgados, porque as investigações sobre o caso, continuam.

Fonte: Estação News

Sobre o autor

Número de entradas : 3469

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo