Nasce um novo dia
Polícia Civil de Guajará-Mirim e Nova Mamoré prende homem que matou e enterrou pecuarista em sua fazenda Reviewed by Momizat on . O pecuarista Valdeci Elias, de 51 anos, que possuía fazendas na Zona Rural de Nova Mamoré/RO, mas residia em Porto Velho, estava desaparecido desde o dia 7 de M O pecuarista Valdeci Elias, de 51 anos, que possuía fazendas na Zona Rural de Nova Mamoré/RO, mas residia em Porto Velho, estava desaparecido desde o dia 7 de M Rating: 0
Você está aqui:Home » Polícia » Polícia Civil de Guajará-Mirim e Nova Mamoré prende homem que matou e enterrou pecuarista em sua fazenda

Polícia Civil de Guajará-Mirim e Nova Mamoré prende homem que matou e enterrou pecuarista em sua fazenda

20150309_175633O pecuarista Valdeci Elias, de 51 anos, que possuía fazendas na Zona Rural de Nova Mamoré/RO, mas residia em Porto Velho, estava desaparecido desde o dia 7 de Março deste ano. De acordo com informações de familiares, ele teria vindo da Capital do Estado para Nova Mamoré, visando cuidar de suas propriedades e cobrar uma dívida de R$ 100.000,00 da venda de gados que teria feito ao Senhor Devair Ramos da Silva, 43 anos, que também é pecuarista na região.

A camionete L200 Triton, de cor branca, placa NDO 4458 de Valdeci foi encontrada abandonada, sem vestígios de roubo, por um sitiante no km 60 da Br 421, zona rural de Nova Mamoré. O fato foi comunicado à Polícia Militar de Nova Dimensão, que registrou a ocorrência na delegacia de Nova Mamoré, como desaparecimento de pessoa.

Num trabalho conjunto, policias civis de Nova Mamoré e Guajará-Mirim passaram a investigar o desaparecimento de Valdeci Elias. Durante as investigações, os policiais descobriram que Valdeci teria sido visto no dia 7 de março, na fazenda de Devair Ramos da Silva em Nova Dimensão.

Os policiais chegaram na residência de Devair e o mesmo ficou bastante nervoso e entrou em contradições. Depois de ter negado, acabou por confessar ter sido o autor de um crime bárbaro.

A CONFISSÃO

20150309_181614Devair disse aos policiais que no dia 7 de março, no período da tarde, Valdeci chegou em sua propriedade para separar algumas cabeças de gado. Depois de alguns minutos de conversa, Devair chamou a vítima para os fundos da propriedade, que fica a 1000 metros da residência e lá de posse de um revólver calibre 38, efetuou três disparos, sendo dois no peito e um na cabeça de Valdeci, que veio a óbito no local. A arma foi apreendida.

Ele disse ainda que após cometer o crime arrastou o corpo por cerca de 10 metros, cavou um buraco raso e enterrou a vítima. Depois pegou a camionete de Devair e deixou abandonada no Distrito de Nova Dimensão.

CAUSA DO CRIME

De acordo com versão de Devair, o crime foi motivado porque Valdeci teria oferecido a ele 10 vacas para tirar a virgindade de sua filha e 10 vacas para dormir com sua esposa.

CRIME DESVENDADO.

Após confessar o crime na noite de ontem (9), Devair levou os policiais até o local onde o corpo de Valdeci estava enterrado. Depois da realiazação da perícia no local, o corpo da vítima foi conduzido ao IML de Nova Mamoré, para ser submetido ao Exame Tanatoscópico.

O delegado Regional de Polícia Civil, Milton Santana da Silva determinou a prisão de Devair, que foi conduzido ao presídio masculino de Guajará-Mirim, onde se encontra a disposição da justiça.

Veja mais fotos:

20150309_182844 20150309_235553 20150309_180525

Fonte: Estação News

 

Sobre o autor

Número de entradas : 3823

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo