www.guajarahoje.com.br
Motoristas reclamam de trecho da BR-425, entre Guajará e Nova Mamoré Reviewed by Momizat on . Um trecho de 47 quilômetros da BR-425, entre Nova Mamoré e Guajará-Mirim (RO), é motivo de várias reclamações entre os motoristas que precisam trafegar pelo loc Um trecho de 47 quilômetros da BR-425, entre Nova Mamoré e Guajará-Mirim (RO), é motivo de várias reclamações entre os motoristas que precisam trafegar pelo loc Rating: 0
Você está aqui:Home » Notícias » Motoristas reclamam de trecho da BR-425, entre Guajará e Nova Mamoré

Motoristas reclamam de trecho da BR-425, entre Guajará e Nova Mamoré

estrada_parque_1Um trecho de 47 quilômetros da BR-425, entre Nova Mamoré e Guajará-Mirim (RO), é motivo de várias reclamações entre os motoristas que precisam trafegar pelo local. Lama, buracos e poeira fazem parte do cenário. O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) afirma que as obras continuam, mas, por motivo de viagem, o superintendente do órgão não falou ao G1.

A BR-425 tem cerca de 120 quilômetros de extensão, entre o entroncamento da BR-364 até Guajará-Mirim, ponto final. Durante a cheia de 2014 vários trechos foram inundados, causando muitos danos no asfalto. Com alguns trechos reformados, a maioria deles está em péssimas condições, prejudicando motoristas.

ambulanciaO condutor da ambulância de Nova Mamoré, que viaja com frequência para Guajará-Mirim, se diz indignado com os buracos e conta que isso afeta diretamente os pacientes que transporta. “Péssima a estrada. Carro novo quebra, moto cai. Por favor, que tomem providência. Quando estou com paciente, derrama muito sangue e mulher grávida antecipa o parto”, desabafa Adiel Nascimento.

Enfrentando a estrada várias vezes por semana para trabalhar, o professor Hebert Lins afirma que políticos poderiam olhar com mais atenção para os municípios.  “Está intransitável [a estrada]. Temos uma bancada federal que não olha para a faixa de fronteira e isso é uma tristeza para os moradores. Percebo o descaso com a nossa região”, desabafa Lins.

Fátima Teixeira mora com a família em um sítio, às margens da estrada, e afirma que tem medo que aconteça algum acidente. “Eu ando a pé para ir para a igreja e quase fui atropelada duas vezes, quando o carro foi desviar de buracos quase me acertou” conta.

Por telefone, a assessoria do Departamento de Infraestrutura e Transportes (Dnit) informou que o presidente está viajando e não soube informar detalhes sobre a obra na rodovia. Até a publicação desta matéria o Dnit não deu nenhum retorno sobre a situação.

Fonte: G1 RO

Sobre o autor

Número de entradas : 3478

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo