www.guajarahoje.com.br
Força-tarefa realiza mais de 800 atendimentos médicos em Guajará-Mirim Reviewed by Momizat on . Mais de 80% da estimativa de atendimentos feita pela coordenação da Força-Tarefa do governo de Rondônia, montada para socorrer o setor de saúde de Guajará-Mirim Mais de 80% da estimativa de atendimentos feita pela coordenação da Força-Tarefa do governo de Rondônia, montada para socorrer o setor de saúde de Guajará-Mirim Rating: 0
Você está aqui:Home » Notícias » Força-tarefa realiza mais de 800 atendimentos médicos em Guajará-Mirim

Força-tarefa realiza mais de 800 atendimentos médicos em Guajará-Mirim

SONY DSCMais de 80% da estimativa de atendimentos feita pela coordenação da Força-Tarefa do governo de Rondônia, montada para socorrer o setor de saúde de Guajará-Mirim, foram realizados durante os três dias de mutirão no Hospital Regional de Guajará-Mirim.

No total, dos 1040 atendimentos previstos, 883 foram realizados. Os números foram divulgados nesta segunda-feira, 23, pelo secretário estadual e Saúde Williames Pimentel.

De acordo com o secretário, a meta do governo de reduzir em 80% a demanda reprimida do município foi alcançada. Além dos atendimentos, seis cirurgias de alta complexidade foram realizadas, além de 50 ecos-cardiograma, 11 eletrocardiogramas e exames pré-operatórios.

Os procedimentos, explica Pimentel, fazem parte da força-tarefa montada pelo governo de Rondônia para socorrer o setor de saúde do município que entrou, recentemente, em colapso.

Dez médicos especialistas entre cirurgiões, pediatras, ortopedistas, ginecologistas, cardiologistas, dermatologistas -, atenderam a população durante os três dias de mutirão.

A ação conseguiu estabilizar a demanda reprimida identificada pelo setor de estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Ajustes foram feitos para que o Sistema de Regulação Ambulatorial Estadual comece a operar dentro de uma margem de celeridade aceitável.

“O governo de Rondônia implantou o Plano Operacional, um esforço integrado, articulado e planejado entre a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), envolvendo o Hospital de Base (HB), Policlínica Osvaldo Cruz (POC), Gerência de Programa Estratégico de Saúde (GPES), Hospital Regional de Extrema”, lembra Pimentel.

Ele destaca que o plano operacional tem como objetivo principal apresentar atuação da força-tarefa no Município de Guajará Mirim, para reduzir o acúmulo de pacientes sem atendimentos especializados nas unidades do município, com ações mais rápidas, qualitativas e resolutivas.

De acordo com o secretário, a Sesau trabalha, também, com a expectativa de manter o funcionamento do centro cirúrgico do Hospital Regional de Guajará de Mirim, para realização de cirurgias eletivas, além de procedimentos de urgência e emergência quando necessários.

Fonte: RONDONIAGORA

Sobre o autor

Número de entradas : 3469

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo