Em times opostos, irmãos Peixe e Tanaka marcam em empate de 1 a 1 Reviewed by Momizat on . Peixe marcou para o Guajará e Tanaka empatou para o Rondoniense. Irmãos se enfrentaram pela primeira vez no futebol profissional Por Júnior Freitas No duelo ent Peixe marcou para o Guajará e Tanaka empatou para o Rondoniense. Irmãos se enfrentaram pela primeira vez no futebol profissional Por Júnior Freitas No duelo ent Rating: 0
Você está aqui:Home » Esportes » Em times opostos, irmãos Peixe e Tanaka marcam em empate de 1 a 1

Em times opostos, irmãos Peixe e Tanaka marcam em empate de 1 a 1

Peixe marcou para o Guajará e Tanaka empatou para o Rondoniense. Irmãos se enfrentaram pela primeira vez no futebol profissional

Por Júnior Freitas

No duelo entre Guajará e Rondoniense pela primeira rodada do returno do estadual, ninguém saiu com a vitória. Apesar do empate de 1 a 1 no Estádio João Saldanha, o jogou ficou marcado pela festa de uma família que viu dois irmãos balançarem as redes, um de cada lado. Pelo GEC, o volante Peixe acertou um belo chute rasteiro de fora da área e abriu o placar, já pelo RSC o atacante Tanaka aproveitou um rebote e deixou tudo igual no final do segundo tempo.

Ex-Guajará, o atacante Tanaka foi contratado pelo Rondoniense nesta temporada e enfrentou o time que o revelou para o futebol e seu irmão Peixe pela primeira vez. Tanaka e Peixe chegaram a treinar juntos no RSC e depois se transferiram juntos para jogar no Ji-Paraná, mas a negociação não deu certo e Tanaka voltou para o time da capital, enquanto Peixe ficou sem clube, retornando para Guajará-Mirim.

 

Em times rivais, irmãos Peixe e Tanaka marcaram gols do empate (Foto: Júnior Freitas)

O caminho dos dois irmãos pareciam que não se cruzariam no futebol profissional, mas o Guajará acabou contratando Peixe para jogar o segundo turno, e com isso, o encontro inevitavelmente aconteceria dentro de campo. A partida começou quente e quem sorriu primeiro foi Peixe, que abriu o placar para o GEC aos 37 minutos do primeiro tempo.

Tanaka, que havia começado no banco, só entrou em campo no segundo tempo no lugar de Pemaza. Aos 28 minutos, o atacante balançou a rede do Glorioso e deixou tudo igual no João Saldanha. Final de jogo 1 a 1, com um gol de cada irmão da família Souza.

Na arquibancada, a família dos atletas se dividia na torcida pelo alvirrubro e Periquito. As esposas, irmã, pai e mãe acompanharam eufóricos os 90 minutos do duelo e no final saíram satisfeitos com o empate e o brilho dos “Irmãos Peixe”, como são conhecidos na cidade.

Após o jogo, Tanaka correu emocionado em direção ao irmão e o abraçou fortemente por alguns minutos, mesmo sob uma forte chuva que caia no gramado. A cena chamou a atenção, já que os dois choraram enquanto eram cumprimentados pelos companheiros de clube.

Peixe e Tanaka (Foto: Júnior Freitas)

Peixe e Tanaka (Foto: Júnior Freitas)

– Foi incrível, a gente jogou um contra o outro pela primeira vez no profissional, foi uma sensação estranha, mas ao mesmo tempo foi divertido. É uma honra voltar aqui, onde tudo começou, tenho minha história aqui, mas hoje sigo minha carreira em outro clube. Não sei o dia de amanhã, mas sou profissional e dou o melhor sempre, fui feliz e pude marcar o gol do empate. A vitória era o objetivo nosso, mas infelizmente não deu – declarou Tanaka.

Mesmo feliz pelo gol marcado, Peixe relembra que o GEC vive dias difíceis e que precisa reverter a situação no segundo turno. O foco agora é vencer o Vilhena na próxima rodada.

– Meu irmão é perigoso, a gente já sabia disso, a bola sobrou e dentro da área ele é fatal. A gente jogou o segundo tempo quase todo com um cara a menos, isso prejudicou muito, mas todo mundo viu que o Guajará lutou até o final e não desistiu. Vim para somar e ajudar, com certeza temos condições de buscar bons resultados daqui para frente. Estou feliz por ele, torço muito para que as coisas aconteçam na vida dele, mas fiquei triste pelo gol que tomamos já no final do jogo – disse o defensor abraçado ao irmão Tanaka.

Independente do resultado, para a família, a noite foi regada a muita festa e alegria para comemorar a boa atuação dos jogadores.

Fonte: Globo Esporte RO

Sobre o autor

Número de entradas : 4067

Deixe um comentário

Voltar para o topo