Nasce um novo dia
Diretor-geral do DNIT vem a Rondônia e conhece os locais onde serão construídos o Porto de Guajará-Mirim e a Ponte Bi-nacional. Reviewed by Momizat on . “E fazer essa expedição valeu muito a pena, pra gente poder pegar a realidade das rodovias aqui no estado de Rondônia..." Em uma inspeção pelas BR-364, o senado “E fazer essa expedição valeu muito a pena, pra gente poder pegar a realidade das rodovias aqui no estado de Rondônia..." Em uma inspeção pelas BR-364, o senado Rating: 0
Você está aqui:Home » Notícias » Diretor-geral do DNIT vem a Rondônia e conhece os locais onde serão construídos o Porto de Guajará-Mirim e a Ponte Bi-nacional.

Diretor-geral do DNIT vem a Rondônia e conhece os locais onde serão construídos o Porto de Guajará-Mirim e a Ponte Bi-nacional.

Diretor-geral do DNIT vem a Rondônia e conhece os locais onde serão construídos o Porto de Guajará-Mirim e a Ponte Bi-nacional.

“E fazer essa expedição valeu muito a pena, pra gente poder pegar a realidade das rodovias aqui no estado de Rondônia…”

Em uma inspeção pelas BR-364, o senador Valdir Raupp e a deputada federal Marinha Raupp mostraram ao diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), Valter Casimiro Silveira, as condições da rodovia em Rondônia, saindo no início da manhã do município de Ji-Paraná, percorrendo todas as cidades “cortadas” pela estrada até Presidente Médici, e seguindo pela BR-429 até Costa Marques.

“Há muitas obras em andamento, cabeceiras de pontes, e nesse verão será concluída toda a BR-429. Passamos também pela 425, de Guajará Mirim a Abunã, visitando o local onde será o porto de Guajará, a ponte bi nacional, e a ponte do Abunã, que já está mais da metade construída, e deverá ser concluída até o final do próximo ano. Essa última é uma obra importante para Rondônia e Acre, e para todo o Brasil como ligação para o Peru e portos do Pacífico”, declarou o senador.

A inspeção se encerrou no ponto da obra inacabada do viaduto da Avenida Campos Sales com a BR-364, em Porto Velho. “A exemplo do Trevo do Roque, eu espero que este ano, ainda nesse verão, o DNIT possa, cobrando das empresas contratadas a conclusão desse viaduto da Campos Sales, que é tão importante quanto o do Trevo do Roque, e os outros tenham continuidade também logo em seguida”, completou Valdir Raupp.

Para o diretor-geral do DNIT, a obra do viaduto precisa ser feita com urgência para melhorar o fluxo do trânsito urbanos. “E fazer essa expedição valeu muito a pena, pra gente poder pegar a realidade das rodovias aqui no estado de Rondônia. Em Guajará Mirim, visitamos o lugar onde será construído o terminal hidroviário de passageiros e carga acompanhada, e provavelmente a gente já lança o edital no segundo semestre desse ano”, revelou Valter Casimiro.

A boa notícia é que, logo que começar o verão, o diretor geral garante que será dada a ordem de início dos trabalhos para a recuperação da BR-364. “É a rodovia que mais está precisando de reparos urgentes. É uma rodovia de escoamento de toda a nossa produção do Mato Grosso, para poder sair pelo Rio Madeira, então temos que dar uma pouco mais de atenção à essa rodovia e acredito que já no próximo mês a gente possa dar o ‘start’ desse trabalho”, finalizou.

 
Raupp e Marinha mostram a realidade de rodovias de Rondônia ao diretor-geral do DNIT
 
 
 
Raupp e Marinha mostram a realidade de rodovias de Rondônia ao diretor-geral do DNIT
 
Fonte: Rondoniagora

Sobre o autor

Número de entradas : 3994

Deixe um comentário

Banner

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo