www.guajarahoje.com.br
ASSINOU SEM LER:Confúcio critica assessoria e pede desculpas por ter assinado projeto imoral Reviewed by Momizat on . Confúcio Moura voltou atrás e usou as redes redes sociais neste fim de semana para dizer que discorda do que assinou e mandou para ALE, concedendo altos salário Confúcio Moura voltou atrás e usou as redes redes sociais neste fim de semana para dizer que discorda do que assinou e mandou para ALE, concedendo altos salário Rating: 0
Você está aqui:Home » Política » ASSINOU SEM LER:Confúcio critica assessoria e pede desculpas por ter assinado projeto imoral

ASSINOU SEM LER:Confúcio critica assessoria e pede desculpas por ter assinado projeto imoral

ASSINOU SEM LER:Confúcio critica assessoria e pede desculpas por ter assinado projeto imoral

Confúcio Moura voltou atrás e usou as redes redes sociais neste fim de semana para dizer que discorda do que assinou e mandou para ALE, concedendo altos salários e dois meses de férias a procuradores do Detran.

O Governo do Estado, recentemente, enviou projeto de lei para a Assembléia Legislativa, solicitando aprovação, no qual procuradores do Detran, Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Agência Idaron pleiteavam subsídios mensais entre R$ 20 e R$ 30 mil, além de dois meses de férias para procuradores do DETRAN.

Procuradores de outros órgãos da administração, pressionam o estado, no sentido de obter salários semelhantes aos de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Sem ler o que assinou, Confúcio enviou o pedido para Assembléia que, se fosse aprovado, no final de carreira, por exemplo, um engenheiro do DER receberia o máximo de R$ 10 a R$ 12 mil. Procuradores teriam subsídio inicial de R$ 20 mil e aposentadoria de R$ 30 mil, além dos honorários de sucumbência.

Depois de críticas feitas pela imprensa, Confúcio Moura voltou atrás e usou as redes redes sociais neste fim de semana para dizer que discorda do que assinou e mandou para ALE, concedendo, inclusive, dois meses de férias a procuradores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). “O benefício é imoral. Estas mordomias não cabem mais em nosso País quebrado”, lamentou Confúcio.

Ainda na postagem Moura pede desculpas ao povo de Rondônia por ter assinado e enviado o projeto que considerou imoral. No pedido de desculpas, publicamente ele admite que, se assim fosse, o mesmo benefício se estenderia aos procuradores do Estado.

“Não houve filtro da minha assessoria”, disse, prometendo vetar o projeto. Confira o post feito pelo Governador.

 

Fonte: Rondonoticias

Sobre o autor

Número de entradas : 3457

Deixe um comentário

Todos os direitos reservados a GuajaraHoje

Voltar para o topo